segunda-feira, setembro 04, 2006

747. Mas onde a admiração?

Mas, afinal, onde a admiração?

Não era o que toda gente de senso comum esperava já que viesse a acontecer?

Admiração poderá haver, sim, se vier a dar-se o caso de mais nenhum distúrbio acontecer.

Como é que alguém em seu perfeito juízo pode pretender que toda a gente nos tribunais goze férias num só mês do ano, Agosto, sem que os tribunais fechem - o que não é admissível - e não surjam trapalhadas destas?

Mas, neste país governado à pantufada, à canelada, à bagunçada, à socratada o que é que se esperaria?

Milagres, não?

A Senhora de Fátima não está para aí virada e, além disso, não consta que vá à bola com tal gente...

E a Senhora de Caravaggio especializou-se em outro tipo de actividades, que também lhe ocupam todo o tempo, diga-se de raspão.
...

2 comentários:

al cardoso disse...

Sempre podiamos pedir a Senhora da Conceicao, (padroeira de Portugal) mas tendo ela a coroa monarquica, nao ajudaria decerto aqueles republicanos de "merda" desculpe a frontalidade.

Ruvasa disse...

Viva, Al Cardoso!

É uma triste e vil condição, esta que vivemos, sem dúvida.

Abraço
Ruben