domingo, dezembro 04, 2005

610. A boliqueimada androginia

O inefável Cavaco Silva, candidato a presidente da república das bananas em que vivemos, dá-se ao luxo expresso de não querer o apoio, também expresso, de Luís Marques Mendes, presidente do PSD, partido que – queira ou não a cavaquiana figura – é o principal, se não único, sustentáculo da sua candidatura.

Exactamente!... Não o quer perto de si. Como se Luís Marques Mendes ou o PSD tivessem peçonha.

Está no seu direito!

Como, do mesmo modo, seria seu inafastável dever dispensar igualmente o apoio dos militantes e simpatizantes social-democratas. O que, além de correcto, seria atitude de homem. De homem!


Mas não. O boliqueimado contorno dispensa o líder do PSD, nessa qualidade, mas já não o seu voto e o de quantos o seguem.

Ora aí está o homem que raramente se engana e jamais tem dúvidas a reforçar as razões que aqui tenho deixado para que nele não se vote.

Qual hermafrodita, ele basta a si próprio. Não precisa de ninguém, é paradigma da soberba, arrogante até mais não e despreza o PSD, o seu presidente (seja ele quem for!...) e os respectivos militantes e eleitores.


A criatura está-se positivamente marimbando para toda esta gente. Só lhe interessam os votos que lhe possam dar... desde que não o contaminem!...

Ora, se assim é, se a criatura é hermafrodita, então que se baste sozinho e que ninguém se meta em aventuras sexuais alheias.

* * *

Cordeiramente, mansamente, estultamente, porém, a “malta” vai dar o voto – qual massa ejaculada que dá vida – a quem a despreza, a quem a não quer entre os seus lençóis.

Isto, meus senhores, só em Portugal!

Safa, que é preciso ser-se desprovido do mais leve resquício de amor-próprio, brio, pundonor! Só um tolo seria capaz de, depois de escorraçado como cão tinhoso, dar ao escorraçante todo o seu apoio e carinho desvelado, o sagrado sémen mesmo! Um tolo e masoquista, claro!

Mas, como é sabido, há por aí de tudo. Não é verdade?

E é por isso que o senhor Aníbal de Boliqueime, o andrógino, ufanamente se dá estes ares de arrogância inaudita.

Que bela ocasião para lhe provar – por A+B – que, podendo ser que raramente se engane, essas raras vezes são mesmo tramadas! E, desse modo, deixá-lo prenhe das dúvidas… que não tem...

Há ocasiões em que não se deve perder a oportunidade de dar uma valentíssima lição em certos megalitos amorfos que por aí andam.
...
E, para tal, basta um pouco de carácter, pelo que não custa nada, caramba!

Ao menos uma vez na vida!


Que a malta se revolte e mostre que não tem sangue de barata, dizendo, de caras, ao cavaquiano candidato que se vá hermafroditar.

E quanto para mais longe, melhor!... E, hermafroditado e – nessas circunstâncias – bem pago, por lá se deixe ficar.


Ad aeternum!

7 comentários:

Sulista disse...

Amigo Ruben,

Beeeeeeeeeeeeeeem...

E eu não gosto do homem nem um bocadinho. O que seria se gostasse, depois de ler este post...

Ah valente!

Beijinho
Maria João

azurara disse...

Olá Ruben.
Não venho comentar. Venho agradecer o seu testemunho sobre o tabaco.

Abraço.

marco valle santos disse...

Pois caro tio, concordo com o que acima escreves,mas... e há sempre um mas... se não votar nesse quem sobra...
um lírico sonhador(que é sempre perigoso e desfasado da realidade dos nossos dias)...
um bolchevique bloquista influenciador e bem falante (que é sempre perigoso e desfasado da realidade dos nossos dias)...
e um ... bem esse é melhor não dizer nada pois só lhe desejo que ... vá para melhor, desde que não seja para a presidencia.
Pois... o que acontece é que com a qualidade de políticos que temos, bem espremidinho,... TÁ SECO NÃO DÁ PARA MAIS NADA.

Ruvasa disse...

Viva, Marco!

"...se não votar nesse quem sobra..."

Votar por exclusão de partes é que não; votar no menor(??) dos males, ainda pior...

"...TÁ SECO NÃO DÁ PARA MAIS NADA..."

Se tá seco - e eu acho que tá sequíssimo - pior não pode estar. Então, se há que dar seca, dêmo-la a todos eles.

Não continuemos é a dar-lhes a hipótese de continuarem a secar-nos.

Que seca, hein?!

Grande abraço para vocês três... ou 4 ou 5... ;-)

Alexandre

Pretus S.A. disse...

Rubem...

Não "morda" a caneta.

Você está irado com o homem e desata a "insultar" quem não pensa como o amigo?

Não vi comentários seus aos resultados das Autárquicas! Postou alguma coisa?

UGA

Pretus S.A. disse...

Perdão queria dizer Ruben

Ruvasa disse...

Viva, UGA!

Acha que é insulto dizer que o homem, porque se acha autosuficiente, é tal qual hermafrodita?

E, assim sendo, é insulto mandá-lo fazer aquilo que ele mais sabe, ou seja hermafroditar-se?

Insulto é o que o homem há anos - desde que, arrogante, saíu do governo - fez a Fernando Nogueira, quando o anavalhou pelas costas em plena campanha eleitoral, a dois dias das eleições, em 1995, e a todos quantos não alinham de caras e acriticamente no ámen aos seus desejos.

Insulto é o que ele está a fazer ao PSD e o PSD a suportar... de cara alegre...

Insulto é o que ele está a fazer ao presidente do PSD, Marques Mendes e a líderes distritais do PSD e estes nem podem responder-lhe à letra.

O homem é intragável e tem sido altamente prejudicial ao PSD. Mas os masoquistas são assim. Quanto mais desprezados são, mais amam...

* * *

Quanto aos resultados das autárquicas, o PSD ficou 15% atrás da CDU e 1 e tal por cento à frente do PS, que estava de rastos, como se sabe.

Não é resultado brilhante. Quando eu, pobre militante de base, militava mesmo a sério (eu e outros), o PSD teve resultados autárquicos bem melhores.

Tivemos, a CMS nas mãos. E no mandato seguinte, o nosso (PSD) poder era ainda maior. Só que Cavaco e acólitos nos tiraram o tapete e derreteram-nos o trabalho de cerca de 7 anos. Sem respeito por nós, sem pelos militantes de Setúbal. Para, depois, se ver a triste figura que fizeram, sem honra nem lucro para ninguém, excepto para os adversários.

Os resultados das últimas autárquicas poderiam ter sido bons, realmente, se a candidatura tivesse sido PSD e não Negrão. E se o programa e a forma de o apresentar tivessem sido cuidados. Agora, apresentar ao eleitorado - explicadas de forma canhestra ainda por cima!... - opções totalmente fora do contexto...

Além disso, os resultados continuam a ser maus, se nos recordarmos de que - não sei se sabe, porque a informação corre com muita dificuldade por aí - que as expectativas eram de vencer as eleições. Ora, os resultados estiveram bem longe disso. Muito longe mesmo.

Sabia que o que o PCP propôs ao PSD, no decurso da campanha?

Mais (mas talvez também não saiba):
Sabe dos mosquitos por cordas que apareceram no decurso das reuniões da campanha e que provocaram atritos sobre atritos, precisamente porque a candidatura não era social-democrata, mas negroa?

Talvez seja melhor informar-se melhor, primeiro. E opinar depois.

Abraço

Ruben