domingo, outubro 23, 2005

574. Os caramunheiros sem vergonha

Dias atrás, após o meu regresso, recebi uma mensagem de amigo que, no essencial, afirmava o seguinte:

- Então, as férias foram boas? Espero bem que sim, pois que, por cá, continua o carnaval!

E não é que o tal amigo tinha razão? Apenas se esqueceu de referir que a pouca vergonha também.

* * *

Acordei pouco antes da 8 da manhã.

Como de hábito, levantei-me, procedi às também habituais abluções e dirigi-me à cozinha onde preparo e tomo o pequeno almoço.

Liguei o televisor, para ver o que vai pelo mundo - gesto igualmente habitual e já automático - e ouvi o jornalista de serviço na SIC Notícias a proferir esta verdadeira pérola:

- ... esta constante especulação com a questão da gripe das aves pode levar a que milhares de portugueses venham a perder o emprego...

Siderei !!!

O que estava a ouvir, não estava a ouvir, certamente! Quem dizia o que eu estava a ouvir não era quem dizia o que eu não estava a ouvir, com toda a certeza!

A "sem vergonhice", como dizia Lima Duarte nas telenovelas brasileiras, chegou a este ponto, senhores!

Um representante dos autores do mal - a especulação idiota - a fazer o choro caramunhado da reprovação do mal que eles próprios - e eles apenas - fazem por dias e dias seguidos e sem fim!

Este país não tem remédio!

Vendamo-lo pela melhor oferta - por pior que seja - e entreguemo-nos aos cuidados de quem, pelo menos, tenha um pingo de vergonha nas fuças!
...

6 comentários:

ADACOSTA disse...

Já tinha ouvido essa pérola de comentário e também eu pasmei com tal falta de senso. Se o comentário tivesse saido da "Boca" Guedes não tinha ligado nenhuma...mas assim em jeito de aviso mexeu comigo.
Um abraço

azurara disse...

Bem, assim ficamos com um "bode" para o aumento do desemprego: a gripe aviária.
Bem visto!!!

Ricardo disse...

Viva Ruvasa,

Compreendo o teu/nosso desânimo! Mas Portugal (e o mundo em geral) deixaram de ser "ideias" que valham a pena lutar por? Acho sinceramente que ainda vale a pena...

Não nos podemos resignar! A nossa vida "egoísta" tem que continuar segundo as nossas regras para não deixarmos que o desânimo invada as nossas casas mas não nos podemos esquecer da parte "altruísta" e continuarmos a construir uma sociedade melhor. Só assim podemos tirar um sentido da vida e continuar a sonhar...

Abraço,

Ruvasa disse...

Viva, Adacosta, Amigo!

Eu fiquei positivamente siderado!
Depois... aterrorizei!...

Estes tipos não têm mesmo a noção do que fazem e dizem.

Deus lhes perdoe!

Ab raço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Azurara!

Não tinha pensado a coisa sob esse ângulo!

Bem visto, sim!

Os tipos são uns portentos!

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Ricardo!

Mas eu não desisto. Jamais!

Por isso os vou denunciando, sem tréguas, até que me aconteça algo que já tem acontecido a outros blogs...

Abraço

Ruben