terça-feira, janeiro 17, 2006

645. Soares e o inside trading

- Então, Dr. Soares, agora meteu-se no inside trading na esfera governamental?

- Não sabe que isso é coisa de evitar a todo o custo que se saiba?

- E não sabe que, em determinados negócios, a sanção penal aplicável é mesmo pesada e dura como o diabo?

- Como é isso?

- Perdeu a tramontana?

- E coloca-se e aos seus amigos do Governo numa situação tremendamente incómoda com todo esse à vontade, com incrível aplomb?

- Então, Dr. Soares, agora vale tudo?

- Nada há que o trave?

- Nem sequer a razão, que deve ditar-lhe que apenas o senhor e os seus amigos ficam a perder com essa avaria?

- C'um escafandro, home! Desta vez bocemecê excedeu tudo quanto a antiga musa canta...va!

Como dizia o outro: - Safa!...
...

7 comentários:

azurara disse...

É tudo uma caldeirada azeda. O desnorte.

Ruvasa disse...

Viva, Azurara!

;-)

Ruben

Eduardo Leal disse...

Deixe estar... deixe estar...

anda a ver se imita o Cavaco e baixa nas sondagens.

O Alegre agradece!

Eduardo Leal disse...

Voltei porque vi a frase sobre o voto nulo.
Acho interessante... se bem que no Porto, há 5 anos, muita gente teve essa atitude, revoltou-se e votou nulo (votou Nuno Cardoso que o PS não deixou candidatar-se) e agora gramamos o Rui Rio...

É por isso que me revolto e prefiro ter um candidato entre os seis.

Sulista disse...

Grande Ruben,

Eh lá!!!! ia a escrever uma coisa mas qd vi que o Eduardo Leal escreveu aqui, fiquei tã contente que me esqueci do resto :-)

Beijos Grandes....estou sempre aqui, mesmo qd parece que nã estou :-)

A Sonhadora disse...

Andei por aqui a passear....adorei conhecer-te.
Tens um blog....mto fixe e com conteúdo...gosto deste humor....
Um abraço da sonhadora

Ruvasa disse...

Viva, Sonhadora!

Obrigado pela visita e pelas amáveis palavras.

Aproveitei o ensejo e fui ver-te também. Não sendo minha intenção retribuir a amabilidade pela amabilidade, tenho que dizer que gostei também. Tens sensibilidade poética, o que admiro, pois que em tempos "quis" sê-lo, mas a vida me desenganou. Daí, o ter-me ficado esta admiração pelas almas com recheio de poesia.

Indubitavelmente, és muito mais esotérica do que eu, que -certamente até pela idade - estou já muito empedernido. Sobretudo algo desiludido, embora sempre confiante, mesmo quando não pareço

Não sou tão fixe como posso dar a entender, hein?! Digamos que tenho dias...

Aparece sempre. A porta estará sempre aberta.

"A Sonhadora" vai directamente para os meus links. Sairá de lá, quando... tu quiseres.

Abraço igual

Ruben