quinta-feira, janeiro 26, 2006

654. Francisco José Viegas

Hoje, no Jornal de Notícias, o insuspeito Francisco José Viegas escreve um artigo pensado com a cabeça, ao contrário de tantos que por aí vemos, pensados sabe-se lá com que parte da anatomia dos seus autores. Ao artigo deu o título "Adeus Cavaco".

O artigo talvez não me tivesse chamado tanto a atenção, não fora a circunstância de, contrariamente ao que possa parecer, a uma primeira e enviesada leitura, Viegas não escrever sobre Cavaco, ele mesmo, mas sim acerca do que por aí se disse de Cavaco e contra Cavaco e bem assim acerca de outras coisas ainda mais evidentes e notáveis, de que tantas vezes se quer esconder a cauda, que, todavia, teima em mostrar-se de fora. Mitos e enganosas prosas e orações. Principalmente.
...
Adeus Cavaco é, pois, leitura recomendada. Até para memória futura
....

1 comentário:

Paulo Pisco disse...

É, agora somos todos apenas portugueses.
Um Abraço.