quinta-feira, março 03, 2005

226. Lá saberá porquê, não?

Vitorino opta pela advocacia

O ex-comissário europeu António Vitorino não vai integrar o novo Governo de José Socrates, optando antes pelo regresso à advocacia.
O «Jornal de Negócios», revela hoje que «a decisão de não integrar o Governo já terá sido tomada há algum tempo», estando António Vitorino «a estudar o regresso à advocacia, para um grande projecto numa sociedade de advogados».
O jornal revela ainda que o ex-comissário europeu recebeu vários convites para trabalhar em firmas de advocacia portuguesas, «incluindo das duas maiores: a de José Miguel Júdice e a de André Gonçalves Pereira». Contactado pelo «Jornal de Negócios», António Vitorino afirmou apenas: «Não tomei nenhuma decisão sobre o meu futuro».

Expresso online

António Vitorino lá saberá porquê. Não estará muito virado para misturas inquietantes? Quererá não hipotecar agora o crédito com esforço obtido enquanto comissário em Bruxelas?

Resta-nos esperar para tentar ver. E veremos, claro! Mais cedo ou mais tarde. Palpita-me que não tão tarde como isso...

1 comentário:

Pantera disse...

Não era esse que era suspeito no processo Casa Pia????Talvez como advogado sempre possa pesticar alguma coisa na casa pia!!!ahahhaha..

Cumprimentos!!!